Busca
ENQUETE Você acha que a transmissão de radio deve ser cobrada pelo cruzeiro?
  • Sim
  • Não
  • Somente para Radio Itatiaia




24 09 08
Resenha do Mixa - Cruzeiro 4x3 Figueirense

Figueirense x Cruzeirense

 

O dia era mais um para tudo poder dar certo. Depois do tropeço em casa diante do Palmeiras, e das sucessivas críticas ao meio/ataque do time, esperava-se mesmo uma resposta do grupo aos brios feridos...

 

Mas a estória não foi bem essa. O jogo começou quente, rápido, movimentado, e as equipes não mostravam preocupações com marcação. Dava impressão que todos os dois times queriam fazer gol a qualquer custo, sem se importar com as contenções ao adversário.

 

O Figueirense por desespero e pura incompetência técnica. E o Cruzeiro, bem, tirando o desespero, poder-se-ia mesmo dizer incompetência, já que todos os gols do Figueira se deram mais por deméritos da defesa azul, em falhas bizonhas, do que propriamente por êxitos dos donos da casa.

 

Mas o Cruzeiro não tem insuficiência técnica que justifique tantos equívocos defensivos? Como pode um time que luta pelo título, levar 3 gols de um candidato ao rebaixamento, e todos eles em respostas às vantagens no placar construídas pelo visitante?

 

Sinceramente, não encontro respostas. Todos os gols levados pelo Cruzeiro foram de falhas coletivas, começando por erros infantis de marcação no meio-de-campo, as tradicionais paradas na jogada esperando o árbitro apitar irregularidade enquanto o adversário avança, até os antigos quadros do quarteto "Trapalhões" da rede Globo, protagonizados por Jonathan, Thiago Heleno, Espinoza e Fábio.

 

O jogo de hoje foi teste pra cardíaco. Após abrir o placar com alguma facilidade, o Cruzeiro toma o primeiro gol em  falha geral de todo o time. A bola perdida em lance de suposta irregularidade de toque de mão do Figueira vai indo de pé em pé até chegar ao gol azul com trapalhadas de Jonathan e Tiago Heleno e sobra para o atacante, sozinho, na cara do gol, chutar no canto do Fábio, que sequer reage.

 

O Cruzeiro volta a fazer o seu gol, e tomar a frente no placar, e a errar gols incríveis com Tiago e Guilherme. E novamente, em seguida, em falhas coletivas da defesa, protagonizados por Tiago Heleno que não marca o jogador do Figueira que cruza, e Espinoza que fica olhando, o atacante cabeceia sozinho, no meio do gol, em cima do Fábio, e ele consegue fazer uma "manchete" de voley, e jogar a bola pra dentro do próprio gol.

 

Claro que a culpa não é do Fábio, ele nunca teve culpa por nenhuma falha. Aliás, já falhou? Lembram do jogo com o Ipatinga no turno do Brasileiro, quando a culpa era dos holofotes do estádio? Ontem, a culpa foi do gramado. Sem mais, já que a fase do arqueiro no ano é muito boa. Mas, por favor, engolir as desculpas pelas falhas é muito indigno para quem ser vitorioso na carreira. Enfim, vida que segue, já que após tomar o terceiro gol, ele evitaria o quarto em lance de contra-ataque do Figueirense.

 

O balanço positivo do jogo fica por conta do ataque, que produziu bem, e a despeito dos quatro gols marcados, teve outras boas chances para seguramente serem feitos seis ou sete gols no total. Tiago vem encaixando muito bem, dando a impressão que parece ser o companheiro que o garoto Guilherme precisava, que em alguns lances aparenta ser até displicente. Wágner, a despeito de alguns bons lançamentos precisos, mais uma vez, não encantou, como dele se pode esperar.

 

O destaque negativo, já foi feito, todo o setor defensivo. O Cruzeiro sentiu a falta do bom futebol de Marquinhos Paraná, Fabrício e Ramirez. Talvez por isso tantos erros de marcação do meio-de-campo estourando na defesa.

 

Nas laterais, o esquerdo não comprometera, e Maurinho provara que de muletas parece ser mais produtivo que o fraquíssimo Jonathan, que não marca, não apóia, e não usa o físico avantajado que dispõe, nem na pior ou última das hipóteses da jogada.

 

Que o time arranque um ou três pontos em São Paulo, que a tabela de Outubro é muito favorável ao time azul. O Cruzeiro está no páreo!

(4) Comentários > Comentar