Busca
ENQUETE Você acha que a transmissão de radio deve ser cobrada pelo cruzeiro?
  • Sim
  • Não
  • Somente para Radio Itatiaia




18 06 08
105 mil associados?!

DE QUE FORMA ESSA TORCIDA PODE MOVER O TIME? ESPAÇO PARA SUGESTÕES À META DE 105.000 ASSOCIADOS NO CARTÃO 5 ESTRELAS

 

Nos últimos dois anos, o departamento de marketing do Cruzeiro, incrementando a força que habitualmente vinha das arquibancadas, começou a invocar o apelo das arquibancadas com o intuito de, realmente, servir de combustível aos ânimos dos atletas dentro do campo.

Ano passado, só faltou o título, uma vez que a sincronia entre a torcida e os jogadores fluiu de forma eficaz, classificando o time para a Copa Libertadores desse ano e de quebra dando cancha e moral para jogadores que disputavam seu primeiro brasileirão (exemplos de Charles, Ramirez, Guilherme, Moreno, etc.).

A campanha “ESSA TORCIDA MOVE O TIME” deu certo dentro de campo. Todavia, uma campanha que teve esse apelo todo e com tamanha repercussão deveria restringir a apenas dentro das quatro linhas?

A partir dessa reflexão, passaremos a abordar nessa coluna como essa torcida vibrante, numerosa e fanática, poderia ajudar não só nos estádios, mas, também e concomitantemente nas divisas dos clubes que posteriormente poderiam ser repassadas através de investimentos em jogadores, centros de treinamento, estádios, sedes, enfim, todo o necessário para uma gestão sem riscos de perda de nossos melhores jogadores durante campeonatos (o que tem se tornado praxe, ano a ano, sob a pecha de “ou fazemos isso ou entramos no vermelho”).

Antes de tudo, gostaríamos de deixar claro – assim como foi amplamente debatido na coluna anterior em que sugerimos uma meta de 1,5% de nossa torcida para adesão ao programa do Cartão 5 Estrelas – que não vemos o futebol apenas pelo que ocorre dentro das quatro linhas, mas também, pelo que ocorre de planejamento antes e depois dos jogos, da fase de planejamento de compra de craques, estádios, sedes, e outros bens que possam engrandecer ainda mais a força azul celeste.

Como essa torcida poderia ajudar o time fora dos estádios?

Se a pergunta fosse fácil de responder, certamente não estaríamos aqui promovendo esse exercício de reflexão, pois, certamente já teria sido implantada por praticamente todos os clubes de futebol.

A busca dessa resposta não pode ser dada através de nós, unicamente, nem mesmo pretendemos tal pretensão, de forma isolada. Entendemos que ninguém poderá mudar nada sozinho, por isso ressaltamos que somente através da comunhão de esforços de todos nós cruzeirenses é que poderemos mudar a mesmice e pasmaceira que inunda o futebol brasileiro.

O nosso departamento de marketing vem, ano após ano, fazendo uma série de eventos diferentes com o intuito de fidelizar a marca e buscar novas divisas para que o clube possa investir na melhoria de seu plantel e até mesmo no patrimônio do clube. Mas a tarefa não é só deles (muito embora sejam pagos para tal fim).

Essa tarefa também cabe a você, torcedor.

Você já se perguntou o que você já fez pelo clube? Se você já é associado ao Cartão 5 Estrelas? Se você ajuda a divulgar os produtos do Cruzeiro? Se você tem ou não críticas construtivas que poderiam ser implantadas ou mesmo serem objeto de reflexão por todos? Se você vai ao campo? Se você já convenceu alguém que não conhece o Cruzeiro a ir? Se você já leu algum relato da história do Cruzeiro?

Na nossa última coluna nesse blog, apontamos uma série de coisas que entenderíamos ser implantadas para o aumento de nossa marca, e, conseqüentemente, aumento de competitividade, títulos e reconhecimento da instituição chamada de Cruzeiro. Várias pessoas acessaram a discussão no blog e manifestaram suas posições, muitos com idéias passíveis de implantação em prol de nosso time. Essa é a idéia. Esse é o nosso ponto de partida. Primeiramente, no campo das idéias, para depois, partirmos para a prática.

Nos jogos, muita gente reclama disso ou daquilo do Cartão 5 Estrelas, muita gente elogia, muita gente compra produtos pirateados, muita gente reclama dos preços das camisas, mas, realmente, resta saber o quanto disso chega àqueles que têm poder de decisão e de que forma isso poderia realmente poderia ser mudado com o fito de agregar ao clube em todos os sentidos.

No nosso entender, mover o time não significa abraçar uma idéia pura e simples, pelo simples fato de que sua obrigação como cruzeirense lhe impõe isso. Muito pelo contrário, o que nos difere dos seres de pena do outro lado da lagoa é justamente a capacidade de discernimento e abstração das situações e suas conseqüências. Temos, todos, que entender que mover o time não é só fazer a sua parte, unitariamente, pronto e acabou: Ë fazer com que todos cruzeirenses tenham noção de sua grandeza e importância no conjunto e que TODOS (sem exceção, do mascote mais novo, ao conselheiro mais antigo) devem trilhar juntos esse caminho de idéias juntamente com o departamento de marketing e com a direção do clube.

Sugestão de idéias que poderiam ser implantadas, divulgação dos benefícios do Cartão 5 Estrelas, divulgar a história do Cruzeiro àqueles que não a conhecem, presentear recém nascidos com uniformes do Cruzeiro, são parte de idéias mínimas que qualquer um pode dar para que possamos atingir ao número sugerido em nossa última coluna de 105.000 associados no plano do Cartão 5 Estrelas.

Já dizia o cantor baiano Raul Seixas com o amigo exotérico Paulo Coelho em uma de suas músicas compostas em conjunto: “Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só, sonho que se sonha junto é realidade”.

Vamos fazer essa realidade acontecer. Vamos nos unir no ideal de 105.000 associados no Cartão 5 Estrelas e fazer a reflexão: O que você pode fazer pelo Cruzeiro? O que podemos fazer em conjunto pelo Cruzeiro? Mandem suas sugestões! Façam o seu papel e ajudem a implantar as boas idéias.

O céu é o limite. No céu há cinco estrelas que carrego no peito.

(9) Comentários > Comentar