Busca
ENQUETE Você acha que a transmissão de radio deve ser cobrada pelo cruzeiro?
  • Sim
  • Não
  • Somente para Radio Itatiaia




28 04 08
Resenha do Mixa - Cruzeiro5x0Atletico
Minha gente, que jogo!

Mais um para entrar para a história, dessa vez da prateleira de cima, daqueles
para você comentar com os amigos, ou contar para os filhos daqui a alguns
anos...

Há muito não se via um time do Cruzeiro tão comprometido com a disputa, como
esse grupo formado pelo Adílson Batista.

Como já havíamos comentado em resenhas passadas, a despeito de alguns desastres
passados que tiveram motivações específicas, a cara do time na temporada
é a fibra e comprometimento passada pelo treinador.

Claro que só isso não se ganha jogo, mas sem isso, da mesma forma, também
não se conquista nada, mesmo com os melhores craques.

O Cruzeiro foi impecável do goleiro ao último atacante. Aliás, gato escaldado
tem medo de água fria, e que partidaça do Fábio, dando segurança a todo o
time ao longo do jogo. Fez uma defesa importantíssima quando o jogo estava
equilibrado, próximo dos cinco, dez minutos, e depois fez outras boas intervenções
garantindo a solidez da defesa que contava com partida excelente do bom zagueiro
Espinosa, e também de Tiago Heleno.

Marquinhos Paraná, que embora tenha jogado com a camisa 2, não era lateral
direito, mas sim um volante que cobria o lado esquerdo e liberava o Jadílson
para criar as jogadas (lembram que eu alertei isso aqui na última resenha?)
foi um leão em campo, e só não foi o melhor em campo, porque Wagner fez uma
partida para reverenciá-lo!

Todo o time foi bem. A grata surpresa foi a volta do bom futebol de Charles,
e o comprometimento de Wagner que conseguiu unir produtividade de sua inegável
habilidade, com entrega ao jogo.

Marcelo Moreno foi bem, e Guilherme, pra variar, deixa sua marca com o contumaz
brilho. Tudo bem, que ele perdeu o quarto gol ainda no primeiro tempo chutando
sobre o goleiro Juninho que saiu bem em cima dele, mas o cara é fantástico...
além de fazer um gol com extrema categoria, de encher os olhos, construiu
a jogada do quinto, trombando com o marcador em seu próprio campo para ganhar
a posse da bola, arrancar em velocidade, atrair a marcação para si, e jogar
a bola na medida para o avanço de Leandro Domingues... a jogada é de cair
o queixo!

Não há muito o que falar de um jogo, onde o time enche os olhos. O time construiu
uma marca jamais produzida na era Mineirão em clássicos entre os dois rivais:
5x0 fruto de muita luta e determinação de todos os jogadores.

O time entrou mordendo, e novamente demonstrando que sabia o que queria:
ganhar o campeonato em um jogo para seguir a viagem para a Argentina com
o torneio estadual garantido. Resultado concretizado e com maestria.

Melhor em campo indiscutivelmente, Wagner por todo o brilho, visão e entrega.
Colocou seus companheiros em todas as situações de gol do ataque por todas
as vezes que tocou na bola, e ainda atraía a marcação para si sem se intimidar.
Nota 10 para o camisa 10. Não teve pior em campo do lado azul, ninguém conseguiu
se destacar negativamente. Henrique foi bem, e Jadílson deu muita velocidade
e qualidade pelo lado esquerdo com a tranqüilidade das conteções do Atlético
com a partida perfeita de Marquinhos Paraná, que só não foi o melhor em campo
porque Wagner estava inspirado, e era o responsável pela criação das jogadas,
que em um jogo de 5x0 sempre fala mais alto.

BRAVO!

Que o time siga para a Argentina com o mesmo espírito de competitividade
que mostrou hoje, e que não repita o erro da altitude, quando o Cruzeiro
preocupou mais com o fenômeno do que com seu próprio futebol.

Daí, como sempre faço ao final de cada resenha, vai a minha sugestão: Cruzeiro,
não se preocupe com o fenômeno Bombonera, preocupe-se em jogar futebol, que
a vitória virá.

O time do Boca é bom, o estádio é místico, mas o Cruzeiro tem futebol de
qualidade para superar isso. E eu vou estar lá, em companhia da TFC e da
Máfia Azul que também se farão presente em grande número, para ver mais uma
página heróica imortal a se escrever no cenário internacional.

Força Cruzeiro!!!

 
(21) Comentários > Comentar