Busca
ENQUETE Você acha que a transmissão de radio deve ser cobrada pelo cruzeiro?
  • Sim
  • Não
  • Somente para Radio Itatiaia




19 09 07
Meu jogo Imortal - Fabricio Reis

Cruzeiro 4 x 3 Atlético (MG)

16/09/2007

Publicamos, excepcionalmente, este POST repetido de um jogo já destacado para dar a oportunidade ao cruzeirense Fabrício Reis, que participou da promoção "Cronista por um dia" de jornal de circulação estadual.

No referido texto, pareceu que o autor condena o lance protagonizado pelo Kérlon e conhecido como o "drible da Foca", quando na realidade é o contrário


Kérlon e o brilho da arte


Retificando o que ficou constando em meu texto de “Cronista por um dia” da segunda-feira, onde ficou expresso, devido a problemas de comunicação, a minha condenação ao lance da foca.


Na verdade, reputo o ato como brilhante, louvável, e digno de admiração. É a vitória do futebol-arte em detrimento da truculência e do futebol marcador.


Entendo que, se o Kerlon usasse da sua habilidade para desdenhar ou provocar adversários, seria digno de censura. Contudo, observamos que o garoto usa de toda a sua habilidade com um propósito definido e claro: o de buscar o gol com a bola dominada.


Daí, não interessa se o placar é favorável ou adverso para o Cruzeiro, se o jogo é de clássico contra o Atlético ou contra adversários inexpressivos, o fato é que a jogada genial tem o objetivo de buscar o gol, e isso jamais pode ser condenado no futebol.


Está até na regra!


Aos atleticanos, sem essa de: “aqui não!” A arte não tem limites para ser expressada, desde que dentro do mais alto respeito, como verificado. Se o entedimento não for este, jamais poderíamos ter de volta jogadores brilhantes como o foram Garrincha, Gérson, Tostão, Nelinho, Ronaldo "Fenômeno", Robinho e tantos outros, que exaustivamente nos encantaram com suas jogadas de efeito.


Viva o futebol! Abaixo a marcação e a ignorância!


Parabéns, Kérlon! Continue assim e incremente seu futebol em busca do gol usando de toda a sua habilidade, não se intimide e torne-se um dos maiores craques da história do Cruzeiro.


Para quem repetia a lenda de pé-de-coelho dá sorte, fica a certeza de que cabeça de foca sempre traz resultados melhores.


Fabrício Augusto Reis – Vice-Presidente da TFC (Fanaticruz).

(9) Comentários > Comentar